• Cristina Rodrigues

Missa de Ramos em tempo de pandemia

Celebrada com a presença de fiéis cumprindo as regras



Face à situação da pandemia que o país se encontra, este ano já foi possível a participação dos fiéis nas cerimónias Pascais.


Recorde-se que no ano de 2020 os cristãos estiveram impedidos de viver estas celebrações em assembleia. Este ano aqueles que o desejaram já o fizeram presencialmente nos templos (não havendo as tradicionais procissões ou outras manifestações públicas que marcavam estes dias) cumprindo as regras estipuladas.

O dia 28 de março, Dia de Ramos, marcou o início da Semana Santa, no qual se recordou a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém, aclamado pelo seu povo.

O povo de maneira ordeira e organizada tomou o seu lugar em muitas Igrejas para ouvir a palavra de Deus. Em alguns locais foi celebrada mais de que uma missa para que não se verificassem os habituais ajuntamentos de outros tempos.

Em Mangualde houve Eucaristia no sábado às 18h00 e no domingo às 9h00 e as 11h00.

O Rev. Pe. Paulo referiu que estávamos a celebrar um dia festivo, dia em que iniciamos a Semana Santa, que nos ajuda a compreender o sentido da vida. Apesar de este ano as celebrações se realizam dentro de outros moldes, tínhamos que dar graças a Deus por as podermos realizar.

Procedeu à Bênção dos Ramos dentro da Igreja Paroquial, pedindo aos fiéis que nos seus lugares erguessem os ramos.





O Evangelho da Paixão do Senhor, um momento enternecedor para a fé do povo, contou com a participação dos jovens e do Rev. Pe. Paulo.

Na homilia o Pe. Paulo chamou atenção para a ingratidão daquele povo para com Deus. Despertando-nos para a nossa vida em que, por vezes, crucificamo-Lo não fisicamente, mas espiritualmente.

Apelou para que os fieis participem nas cerimónias, cumprindo as regras.



Paróquia de Mangualde - 2021

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube